top of page

Conheça os vencedores do Prêmio FCW de Fotografia 2023

Fabiano Carvalho, Lucas Lenci e Gui Mazzoni receberam os prêmios pelo primeiro, segundo e terceiros lugares em cerimônia em São Paulo



Fabiano Carvalho ficou em primeiro lugar no Prêmio FCW de Fotografia 2023, concedido pela Fundação Conrado Wessel. Em cerimônia realizada na noite de quinta-feira (26/10), em São Paulo, o fotógrafo do Acre recebeu o prêmio no valor de R$ 60 mil e o tradicional troféu do Prêmio FCW, criação do artista plástico Nicolas Vlavianos (1929-2022).


Lucas Lenci e Gui Mazzoni ficaram em segundo e terceiros lugares, recebendo R$ 25 mil e R$ 15 mil, respectivamente, além do troféu. A escolha dos vencedores foi feita a partir da indicação do júri de seleção e do voto dos participantes da cerimônia de premiação. A edição de 2023 do Prêmio FCW de Fotografia teve como tema "Ciências da Computação".


"Gostaria de agradecer a tradição da Fundação Conrado Wessel em incentivar e celebrar a nossa arte, cultura e ciência. Temos um país muito rico que precisa de incentivos como esses para ter a coragem de seguir em frente", disse Carvalho.


Sobre o ensaio vencedor, intitulado "Placa Mãe", o fotógrafo explicou que surgiu pelo contato muito próximo que tem com a Floresta Amazônica. "Pensei no potencial da floresta e nos objetos tecnológicos que são descartados, como capacitores, processadores e fios, que não têm mais serventia para o homem mas que talvez a natureza possa transformar essas sobras em seres vivos. A floresta seria como uma placa-mãe que uniria todos os seres com a sua força criadora", disse.




A edição de 2023 do Prêmio FCW de Fotografia teve como tema "Ciências da Computação". Os ensaios fotográficos foram avaliados quanto aos seus aspectos técnicos, à beleza, composição, forma, originalidade, qualidade cultural e unidade de conjunto (edição e narrativa).

O júri de seleção foi formado por: Denise Camargo, artista visual e pesquisadora do Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais da Universidade de Brasília; Eugênio Savio, fotógrafo, editor e diretor do Festival de Fotografia de Tiradentes – Foto em Pauta; Mônica Maia, presidente da Rede de Produtores Culturais de Fotografia do Brasil; e Sérgio Branco, editor da revista Fotografe Melhor.



Confira os ensaios vencedores:


Fabiano Carvalho

Rio Branco (AC)

Fabiano Carvalho é psicólogo atuante e usa a fotografia como expressão e linguagem. Seu ensaio Placa Mãe é pura construção de um mundo visível, que utiliza fragmentos da tecnologia computacional que são cuidadosamente inseridos na natureza. Com isso, estabelece uma relação metafórica entre a placa mãe do circuito impresso de uma máquina, que conecta todas as relações de dados, com a floresta, mãe natureza, responsável pela conexão de todos seres vivos que nela habitam. Insinuações criativas que desafiam nosso olhar na busca de possíveis relações.


Gui Mazzoni

Belo Horizonte (MG)

Gui Mazzoni é médico e trabalha com imagens obtidas com equipamentos de ultrassom. Seu ensaio, Autorretrato, nasce a partir de pesquisas com as imagens geradas pelo uso desse equipamento e distante da tradição das imagens fotográficas convencionais. Uma espécie de renúncia às câmeras tradicionais. Uma nova proposição visual de mostrar o próprio corpo através de estranhas configurações visuais que perturbam justamente pelo desconhecimento do processo de criação. A imagem gerada a partir da relação entre arte e ciência atravessadas pela complexidade da tecnologia.


Lucas Lenci

São Paulo (SP)


Lucas Lenci é fotógrafo ensaísta e editor. O ensaio 255/255/255 retrata exatamente a impossibilidade de registrar as telas luminosas que irradiam informações nos espaços público e privado. Painéis de LED que emitem dados em excesso, mas que curiosamente nem sempre são registrados pelos passeantes. Excesso de luz e de dados, típicos da sociedade contemporânea, que na verdade revelam o esvaziamento e a ausência de informações. Uma crítica aos excessos provocados pelas tecnologias.








コメント


コメント機能がオフになっています。
bottom of page