top of page

Cátedra Erney Plessmann de Camargo é criada pela USP

Objetivo é gerar e disseminar conhecimento sobre temas de pesquisa com impacto em âmbito local, nacional e internacional



A Universidade de São Paulo (USP) anunciou a criação da Cátedra Erney Plessmann de Camargo, com o objetivo de gerar e disseminar conhecimento sobre temas de pesquisa que tenham impacto na sociedade em âmbito local, nacional e internacional.


A portaria do Gabinete do Reitor, que dispõe da criação, organização e funcionamento da Cátedra, foi publicada na edição de 27 de junho de 2023 do Diário Oficial do Estado de São Paulo.


Um dos mais conhecidos nomes da ciência brasileira, seja como pesquisador ou gestor, Camargo, falecido em março, recebeu os títulos de professor emérito da USP, do Instituto de Ciências Biomédicas e da Faculdade de Medicina da USP. Foi presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, presidente do Instituto Butantan e diretor presidente da Fundação Butantan. Foi presidente e coordenador científico da Fundação Conrado Wessel.


As atividades da Cátedra serão abertas à participação de professores, pesquisadores e personalidades do Brasil e do exterior.


A Cátedra terá por titular uma personalidade externa à USP, do mundo acadêmico, político, econômico, social ou cultural que proferirá conferências e coordenará atividades de natureza acadêmica.


Caberá à Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação da USP a instituição de um Conselho de Governança, responsável pela indicação do titular da Cátedra, por sua organização e funcionamento.


A Cátedra Erney Plessmann de Camargo concederá uma bolsa de pós-doutorado pelo período de 12 meses, podendo ser prorrogada, uma única vez, por igual período, desde que haja disponibilidade. A seleção do bolsista será feita por mérito acadêmico, mediante avaliação curricular e do plano de pesquisa.



(Foto: FMUSP)


Comentários


Os comentários foram desativados.
bottom of page